Postagens Recentes

Jornalista e escritor Paulo Atzingen lança livro em Aracaju durante o Natal Iluminado Aracaju Orla

O quarto livro do jornalista e escritor Paulo Roberto von Atzingen – Em busca da realidade mágica – reúne um conjunto de crônicas e poemas, em que a experiência do viajante é o fio condutor de histórias e reflexões. O leitor vai degustar cenários paradisíacos mundo afora, traduzidos pela imaginação e olhar sensível do autor.

Ficção e realidade se fundem, por meio do estilo distinto e da visão humanista do autor. São 132 páginas que combinam textos e imagens – a começar pela capa, alusiva aos lendários Moais, da Ilha de Páscoa, visitada por Paulo Atzingen.


Na abertura do Natal Iluminado Aracaju-Orla, na próxima sexta-feira, dia 07, a partir das 18 horas, o destino turístico Aracaju recebe o autor, que vem de São Paulo para o lançamento especial da obra Em busca da Realidade Mágica em terras sergipanas. A sessão de autógrafos será realizada após o encerramento do evento, no Hall do Hotel SESC. Toda a renda do livro, será doado para instituições que desenvolvem projetos sociais, entre eles o “Projeto Dra. Suzinete Dias”, desenvolvido pela Primeira Igreja Batista de Aracaju-PIBA.


Na Cinelândia teremos a Caminhada pela Vida. Onde todos que defendam a vida humana estão convidados. A vida, qualquer que ela seja, rica ou pobre, forte ou frágil, jovem ou de idade avançada e até em estado terminal é sempre um bem a ser defendida.


Por isso, colocar em evidência a vida humana (nos seus momentos iniciais ou nos seus instantes finais) é sempre colocar em causa a própria existência da humanidade.


A vida é um bem incomensurável, que é colocada à nossa disposição e que nada e ninguém tem o direito de retirar, e é o bem mais precioso – infinitamente mais precioso! – que qualquer outra realidade.

Sem o respeito pela vida humana, salvaguardada e defendida sempre e sem reticências, é o próprio negar do existir, do ser humano, é ele então que é colocado em causa.


Pode parecer inútil, de tão evidente que é, mostrar publicamente a nossa intenção, de como cidadãos de um país, defendermos a vida.


O fato é que, de vários anos pra cá, a insensatez parece ter-se apoderado de não poucas instâncias nacionais, se tem atualmente a nítida sensação que a vida perdeu seu real valor.

E nós não podemos deixar de alertar e de lutar pela defesa desse bem supremo, venha você também...


Vale a pena caminhar pela vida. Vale a pena lutar pela vida. Por toda e qualquer vida humana. Caminhe ao nosso lado.