©2018 por Avanco Marketing Digital

O Protagonismo do Novo Consumidor e o Lastro Econômico Sustentável

May 10, 2019

Em nossa última conversa estabelecemos uma reflexão franca concernente à utilização desacerbada de defensivos agrícolas (agrotóxicos), que além de um crescimento exponencial do uso na agricultura em nosso país; poderá ter incluído no hall destes produtos a utilização de defensivos que sequer foram testados e/ou já não são utilizados em nenhum outro continente caso o Governo Federal aplique as mudanças propostas da PL 6.299/2002 – mesmo com as projeções negativas de perdas humanas, ambientais e comerciais caso a flexibilização seja concretizada.

 

Todavia não quero dispensá-lo (a) antes de fazer uma nova reflexão pelo caráter vinculante e pertinente ao tema – você já se perguntou o motivo pelo qual, você caro leitor (a) se desloca da sua residência (geralmente utilizando de algum veículo motorizado, por conta da distância), para ir a uma grande rede de supermercados que nem brasileira é, enfrentando filas extensas que colocam sua paciência sempre em teste, onde você nota o déficit de funcionários e isto reflete na insatisfação dos mesmos por estarem sobrecarregados; e se você sobreviver a esta maratona tem a certeza de que precisa encarrar o trânsito para poder voltar para casa, para comprar produtos ao qual você não tem ideia da origem? Você se sente de fato seguro com este ato de compra? Eu poderia citar aqui vários casos de grandes empresas que adicionavam soda cáustica ao leite que estava na bela caixinha a qual você fez todo ciclo supracitado para comprar, mas meu objetivo é reflexivo e focar nas soluções.

 

Sustentabilidade e educação ambiental são mais do que o conceito que estas palavras mesmas possam expressar, eles se resumem de maneira bem simples – ações! E neste caso uma ação simples pode fomentar um lastro econômico de grande potencial que é a produção e consumo de produtos orgânicos.

 

Em acordo aos dados da Naturaltech, Bio Brazil e Conselho Brasileiro da Produção Orgânica e Sustentável (Organis) no Brasil o setor tem apresentado crescimento médio anual de 20%, movimentando mais de R$ 3 bilhões por ano. Além disso, pesquisas preliminares já apontam que os alimentos orgânicos são mais saudáveis, pois são livres de agrotóxicos, hormônios e outros produtos químicos e, por conseguinte com baixa ou nula possibilidade de intoxicação alimentar, esses alimentos são mais saborosos, possuem maior valor nutricional e maior concentração de nutrientes (chegando a ser 20 vezes maior do que em alimentos comuns), uso de produção que respeita o meio ambiente, evitando a contaminação de solo, água e vegetação e utilizando sistemas de responsabilidade social, principalmente na valorização da mão de obra e desenvolvimento econômico local.

 

Como estimular o consumo e criar uma economia sustentável?

 

Um dos grandes desafios enfrentados são a educação ambiental, a mudança cultural e os investimentos (sejam públicos ou privados), entretanto pequenas ações podem gerar resultados significativos; é assim que ocorre na pequena cidade de Pinhão no Paraná, a prefeitura local criou uma “moeda própria” lastreada totalmente no processo atinente a gestão dos resíduos sólidos com a contrapartida financeira para os participantes.

 

Como funciona?

 

A taxa de lixo cobrada pelo município localizado na região central do Paraná é revertida aos moradores em moeda própria batizada de “bufunfa”, criada para incentivar a reciclagem do lixo e fomentar a economia local inserindo a agricultura familiar.

 

O vale de R$ 6,12 é o equivalente a uma unidade fiscal do município, além disso, os interessados são devidamente cadastrados e podem levar material reciclável para as cooperativas participantes para angariar mais “bufunfas”; o legal do projeto é que esses vales só podem ser utilizados na compra de produtos vendidos na feira do produtor, um local amplo destinado exclusivamente para os produtores locais onde a população da cidade tem acesso a produtos orgânicos oriundos da produção familiar, tem de tudo, legumes e verduras, hortaliças, frutas, leites e derivados.

 

A prefeitura oferece cursos gratuitos de manipulação e segurança alimentar aos produtores, que já estão pesando em expandir os negócios incluindo alguns itens de açougue na feira. Em acordo a Secretaria de Meio Ambiente, Urbanismo e Habitação de Pinhão, os reflexos diretos na feira após a implantação deste projeto
foi rapidamente percebida, a feira que outrora era realizada uma vez por mês passou a ser feita semanalmente.

 

No mesmo período, a cooperativa de agricultores familiares da cidade registrou um aumento médio de 30% no movimento, as famílias envolvidas estão com grandes expectativas haja vista que o número de pessoas que aderiram ao programa só tem crescido, na última apuração realizada, dos 5 mil habitantes da cidade 500 famílias já haviam se cadastrado.

 

Atualmente a cidade conta com uma unidade de tratamento de resíduos administrada por uma associação de catadores que emprega 20 pessoas, em números a prefeitura já conseguiu apurar que 50% do lixo reciclável são reaproveitados, uma iniciativa com reflexos positivos no meio ambiente, com impacto direto na limpeza urbana, na saúde pública, aquecendo a economia local gerando emprego e renda.

 

Antes de fecharmos a nossa reflexão sobre este assunto gostaria de incluir um exemplo internacional de boas praticas ainda na esfera da valorização dos produtores locais; pois bem, você já deve ter ouvido falar ou até provado um dos sabores da Ben & Jerry’s², você sabia que esta empresa compra 100% da sua mátria prima de produtores locais, onde existe uma politica de pagamento justo e respeito ao sistema produtivo em harmonia com a natureza?

 

Fica posto o desafio, que tal começar a consumir produtos oriundos da agricultura familiar, o que acha de começar a comprar naquela mercearia que ficar na mesma rua onde você mora onde tem uma família a frente dos negócios que gera emprego para os moradores das adjacências, em que você não precisa enfrentar trânsito ou extensas filas?

 

Seja você o protagonista de um ciclo consciente de consumo.

 

¹ - Sustentabilidade e Gestão - é uma das colunas do portal de notícias Se News (www.senews.com.br) - periódico escrito por Rubens Gonzaga dos S. Junior.


² - Ben & Jerry's - é uma empresa norte-americana e uma divisão do conglomerado Unilever, que produz sorvetes, iogurtes e bolos. A empresa é sediada na cidade de Burlington e tem uma fábrica em Waterbury, Vermont.

Please reload

Postagens Recentes

Duas tartarugas são encontradas mortas em Sergipe em menos de 24h

October 29, 2019

Servidores devem ficar atentos ao atendimento do Censo Previdenciário

October 29, 2019

Redemoinho assusta moradores e leva barracas em feiras de Macambira

October 29, 2019

1/1
Please reload